Cursos preparatórios da EMAM garantem aprovação de alunos em MT e MS

Cinco aprovados para delegado em MT, 3 para investigador e escrivão em MS e 2 para delegados em MS

Alunos de cursos preparatórios para concursos da carreira policial civil promovidos pela Escola da Magistratura Mato-grossense (EMAM) são aprovados nas primeiras fases de certames para delegado, escrivão e investigador de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Foram cinco aprovações na 1ª fase do concurso para Delegado PJC/MT, três para investigador e escrivão da PJC/MS e dois para delegado da PJC/MS.

A instituição, ligada à Associação Mato-grossense de Magistrados (AMAM), tem se destacado, segundo o coordenador dos cursos, o delegado Bruno Barcellos, por traçar estratégias baseadas nos concursos anteriores, com foco no que costuma ser cobrado nos dias de prova. Além disso, conta com um corpo docente qualificado, composto por profissionais de larga experiência nas mais variadas áreas ligadas ao Direito.

Para Barcellos, os melhores indicadores de que a EMAM está no caminho certo são o alto índice de aprovação e a satisfação dos alunos. Gilcimar Carvalho, aprovado nos concursos de delegado em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, pontuou: “o curso otimizou meu tempo de estudo e a didática dos professores me ajudou muito”.

Vanessa Miranda de Paula participou do curso Delta Reta Final e garantiu aprovação no concurso de delegado no estado e destacou principalmente o cuidado com a parte psicológica dos alunos. Além de conteúdo e da parte cognitiva, percebi no cursinho um cuidado com a parte psicológica, pessoas sempre motivando você, falando da sua capacidade, acreditando no seu potencial e foi fundamental a união destes dois conceitos: qualidade do ensino ofertado e motivação”, elogiou.

Francisneia Alencar também passou na primeira fase para delegado em Mato Grosso e destacou a excelência dos professores, assunto também elencado por Luiz Inácio Mallmann Batista, classificado na segunda fase para delegado. “Eu só tinha duas formas de estudo, em casa e o cursinho. Este foi o primeiro que fiz e foi muito proveitoso pela qualidade dos professores em passar o que tem de melhor na área. As lições foram bem pontuais para o concurso, certeiro no que poderia cair”, relatou.

O juiz Jones Gattas Dias, diretor geral da EMAM, ressaltou que a escola tem vocação para o ingresso nas carreiras jurídicas e ao longo dos anos foram surgindo novas demandas e as opções de cursos foram sendo ampliadas. Agora sob a coordenação do Bruno Barcellos os cursos para delegados e o mais recente para escrivão e investigador têm sido sucesso, inclusive, de procura. O último conta com uma turma com mais de 70 alunos.

Para o magistrado, o sucesso está justamente na busca pela excelência curso que tem garantido a aprovação de vários alunos nos concursos. “Os alunos nos procuram pela nossa preocupação em trazer os melhores professores, alguns inclusive são de renome nacional e isto amplia as chances dos que estão fazendo o curso”, frisa.

Fonte: Pau e Prosa Comunicação